Aproveite melhor seus prima-donas

As boas novas com relação aos “prima-donas”, é que eles apresentam um desempenho excepcional. O desafio que oferecem aos gerentes é como equilibrar a necessidade deles de reconhecimento, com o funcionamento tranquilo do seu negócio. Ao valorizar igualmente o trabalho em equipe, atitude profissional e desempenho, seus clientes vão receber um atendimento melhor e seus funcionários vão perceber seu comprometimento e manter o controle sobre o que se passa na sua empresa. Apesar de ser natural reagir a forte personalidade normalmente exibida por um “prima-dona”, a chave é descobrir seus talentos naturais de uma maneira que seja benéfico para a companhia. Ao colocar o foco em formas de avaliar o impacto de suas atitudes, você pode encontrar um meio termo em que o “prima-dona” pode continuar a ser o máximo, sem “enlouquecer” você e sua equipe.

A Caliper concentra-se em ajudá-lo a avaliar o potencial dos indivíduos e a promover o sucesso da sua empresa. Nós podemos oferecer a recomendação profissional de que você precisa para tomar as decisões mais conscientes e objetivas – quer você esteja contratando para um cargo importante, promovendo um funcionário chave, aperfeiçoando o desempenho de um departamento ou criando um processo mais eficiente de administração.

Como lidar com os prima-donas

Você sabe quem são eles. Difícil não vê-los. Chegam devagarinho, mas fazendo alardes de seus últimos sucessos. Suas atitudes podem, facilmente, passar de divertidas a irritantes. Pensam que as regras são para os outros e fazem com que você e todo o resto das pessoas na empresa fiquem sabendo disso. Mas, repetidas vezes, mostram-se pessoas que atingem o melhor desempenho e que não param de desenvolver negócios. E é aqui que “mora” o dilema, já que obviamente vale a pena manter essas pessoas, ao mesmo tempo em que você fica pensando por que tolera seus comportamentos. Suas atitudes insolentes têm que ser parte do “pacote”? O que você pode fazer para aproveitar ao máximo esses “prima-donas” sem ter que aguentar esse aspectos difíceis de suas personalidades? E como você pode mandar uma mensagem clara para o resto de sua equipe, enfatizando o que você realmente valoriza?

Primeiro, você precisa compreender por que esses “prima-donas” agem da forma como o fazem. Eles têm uma necessidade muito forte de atingir resultados? Ficam mais confortáveis em situações em que desfrutam de completa autonomia? Sua falta de paciência resulta em que eles sejam menos educados e atenciosos com outras pessoas da equipe? As chances são de que a forte motivação deles para que as coisas aconteçam de sua maneira complementa também uma motivação igualmente forte para ser bem-sucedido.

Se é assim, é mais provável que eles vejam as regras e procedimentos como algo a ser seguido pelos outros e não por eles.

Quer ver mais? Utilize os links abaixo: