Sucesso

O sucesso é algo almejado por todos e, de tempos em tempos, aparecem receitas e fórmulas para se “chegar lá”. O Diretor Presidente da Caliper, José Geraldo Recchia, fala sobre o sucesso.

Você acredita que o sucesso tem fórmula?

Sim, o sucesso tem fórmula! Mas ela é individual, não pode ser copiada, pois depende das qualidades que cada pessoa tem e que não são iguais às de outra pessoa.

Na sua visão, o que as pessoas de sucesso fazem?

Elas conseguem no dia a dia fazer o que gostam, atividades que têm a ver com seus motivadores, como por exemplo, uma pessoa que tem paixão pela música fazer dela a sua razão de viver e se tornar o seu trabalho, como é o caso do maestro João Carlos Martins, cuja história é citada no nosso livro “O Sucesso tem Fórmula?”. Aliás, há um ditado que diz: Encontre um trabalho que você goste e você não trabalhará um dia sequer na vida!

Como buscar a sua fórmula para o sucesso?

A sua fórmula para o sucesso consiste em: se conhecer, identificar as qualidades que são o seu diferencial no mundo (isto implica em estar atento para aproveitar o momento da vida em que elas fazem/fizeram “a” diferença) e estabelecer objetivos de vida nos quais possa fazer uso intensamente dessas características pessoais que são a sua marca!

Por que você acredita ser tão difícil para algumas pessoas fazer essa autoavaliação?

A grande maioria das pessoas, infelizmente, não tem consciência dessa necessidade de se conhecer para obter o melhor de si. Como diz uma canção, “deixam a vida o (a) levar“. Assumir as rédeas do seu destino requer tomar a decisão de promover mudanças no status quo de sua vida pessoal, profissional, enfim, em todos os “palcos” existenciais! A autoavaliação de suas qualidades, motivadores e pontos que necessitam ser aprimorados, portanto, levará à necessária tomada de decisão sobre o que fazer com tudo isso que descobriu a seu respeito, e isto incomoda. Além disso, muitas pessoas não sabem como fazer essa avaliação, essa profunda reflexão. Nesses casos a utilização de instrumentos de avaliação de potencial pode ajudar, pois eles direcionam essa análise através da resposta a um questionário que “medirá” uma série de características pessoais, sendo que algumas delas- inclusive- o próprio avaliado não sabe que possui ou em qual intensidade.

* José Geraldo Recchia é Diretor Presidente da Caliper do Brasil.

Você se conhece o bastante?

Muitos profissionais passam anos de suas vidas tentando encontrar, na profissão que desempenham, o gosto pelo que fazem, porém somente após muito tempo descobrem que nunca fizeram o que gostariam ou, na pior das hipóteses, nunca descobrem o que realmente lhes daria prazer.

Esse descontentamento com determinada profissão ou atividade é o sinal de que pouco tempo tem sido dedicado ao autoconhecimento, ao descobrimento de si mesmo, um exercício difícil de ser feito, porém necessário. Ao se autoconhecer um indivíduo sabe exatamente o que lhe gera motivação, ponto essencial para sua ascensão.

O livro “O Sucesso Tem Fórmula?” trata justamente desse tema: da consciência e valorização do potencial único de cada indivíduo e da descoberta pessoal de sua própria receita para o sucesso, para o qual afirma e prova: não existe fórmula universal. Os autores, Herb e Patrick mostram, de forma clara e simples, como buscar a essência de si mesmo, como descobrir e valorizar pontos fortes da personalidade e como desenvolver os pontos de menor destaque.

Muitas histórias verídicas contadas na obra comprovam a necessidade de um processo profundo de autoconhecimento. Entretanto, as narrativas servem apenas como ilustrações, meros exemplos desta busca interior, pois o sucesso de cada pessoa, profissional ou não, está nela mesma, na descoberta das características e motivações que podem impulsioná-la a crescer.

Para a descoberta desse potencial e para a busca do próprio sucesso, quatro atitudes são fundamentais:

  • Conhecer a si mesmo – É necessária uma análise profunda de suas características para identificar seus pontos fortes. Ao se conhecer há sempre um momento decisivo, a exata hora em que um insight leva o indivíduo a agir. A partir daí, suas qualidades essenciais são ressaltadas e usadas para a concretização de objetivos, enquanto os pontos de menor destaque devem ser constantemente desenvolvidos. Exemplos de momentos que fizeram a diferença na vida de muitas pessoas são descritos no livro “O Sucesso Tem Fórmula?”.
  • Focar pontos fortes – É essencial concentrar-se muito mais em qualidades do que em limitações, dar maior atenção aos pontos que tornam o indivíduo diferente, pois as qualidades são as principais ferramentas utilizadas para alcançar os objetivos.
  • Estar disposto a assumir riscos – Expor-se e apostar no que se deseja e acredita é o principal passo a ser dado em busca do sucesso. Ao se conhecer, o indivíduo deve utilizar as principais habilidades que possui para agir, e essa é a única possibilidade que ele tem de ver suas ações gerarem resultados.
  • Amar – Finalmente, é preciso amar o que se faz, estar satisfeito e realizado com suas ações. Quando existe amor pela atividade que se realiza há 99% de chances de que o caminho trilhado seja correto e de que se está a apenas um passo de alcançar o sucesso.

Dessa forma, é mais do que necessário dedicar tempo ao autoconhecimento, à busca da essência individual, às coisas e momentos que proporcionam prazer e jamais dar atenção às pessoas que julgam determinado projeto impossível. Depois disso, o próximo passo é agir e obter o SUCESSO.

O que é sucesso? – Quarta Parte

Por Patrick Sweeney e Herb Greenberg, CEO e Fundador da Caliper

De executivos a atletas, e de políticos a artistas, ouvimos algumas histórias incríveis sobre o seu sucesso. Cada um deles encontrou sua definição pessoal de sucesso, uma definição que ajuda a definir e motivar quem eles são.

Talvez você se identifique mais com a Rebecca Stephens, que tinha um objetivo que se tornou parte dela. Ou talvez você se identifique mais com Ben Vareen, que acredita que o sucesso começa acreditando em si mesmo enquanto você continua sua busca neste planeta.

Talvez a definição de Paul Schulte fale com você: Sucesso é focar no que você tem ao invés do que você não tem. Talvez a crença da Senadora Barbara Boxer de que você precisa ouvir seu aplauso interior e defender o que você acredita ressoe em você. Talvez você consiga se identificar melhor com o entendimento de Fariborz Ghadar de que sucesso tem menos relação com o que você tem do que com o conhecimento de quem você é.

Qual definição de sucesso mais ressoa em você? Alguma delas te motivou a começar a pensar em sua própria definição? Se este é o caso, você está bem adiante em seu caminho de ser bem sucedido em seus próprios termos.

Talvez apenas por você tirar tempo para ler estes artigos, você esteja pensando: “Quem sabe exista outra coisa, algo mais que eu possa fazer”. Quando você chegar à sua definição pessoal de sucesso, isto te ajudará a clarear o próximo passo que você precisa dar para alcançar seus sonhos, o que quer que sejam.

Deixaremos com uma última definição de sucesso, uma de nossas preferidas. Ela vem de um incrível autor e conferencista motivacional brasileiro, José Luiz Tejon Megido, sobre quem falaremos mais em nosso livro. Por hora, queremos apenas compartilhar com você sua definição pessoal de sucesso, uma que parece transcender todas as outras e, ao mesmo tempo, uni-las: “O sucesso começa por se manter um senso de juventude sobre si mesmo. Mantenha dentro de si uma imagem da criança que você foi. E tenha certeza de que esta criança é sempre parte de quem você é e o que você está fazendo”.

O que é sucesso? – Terceira Parte

Senadora Barbara Boxer disse que, para ela, sucesso é ter seu próprio senso claro do que é importante, o que é certo, e o que ela precisa fazer. “Nem sempre eu tenho sucesso, se isto significa apenas realizar o que eu quero. Mas posso me sentir bem sucedida apenas por ir adiante em minha agenda. Tenho uma força interna que me ajuda a ver a coisa certa a ser feita. Todos nós passamos por este mundo em tão pouco tempo, e se você não vai fazer o que é certo, se não será corajoso, então você realmente não merece a confiança do outro. Para mim, ser bem sucedido é ser verdadeira a mim mesma. Posso não ganhar sempre, e ultimamente eu realmente não ganho. Mas ainda estou tendo sucesso em meus próprios termos. Tudo que posso fazer é ser fiel a mim mesma”.

Ela foi a única senadora a questionar formalmente a vitória do Presidente Bush na segunda eleição, o segundo questionamento desta natureza em uma eleição presidencial desde 1877. A Senadora Boxer se juntou à Representante Stephanie Tubbs Jones (D-OH) em objeção à certificação dos 20 votos eleitorais de Ohio, citando sérias irregularidades de votação no estado.

“Você não precisa vencer para ser um sucesso”, ela continuou. “E algumas vezes você pode até mesmo vencer perdendo, se estiver se posicionando por aquilo que você sabe que é certo. Às vezes você vence apenas por aceitar a briga. Existem tantas medidas diferentes de sucesso”, ela conclui, “mas uma coisa se pode dizer com certeza, é que o sucesso se torna claro quando você consegue ouvir o seu aplauso interior”.

Para aqueles que acreditam que sucesso pode ser medido apenas por quanto dinheiro você tem, Fariborz Ghadar, Ph.D., um consultor internacional que foi nomeado uma das 10 maiores estrelas de Finanças pela Business Week, pode clarear este mal entendido.

Ele foi vice-ministro de finanças no Iran, um membro do gabinete do shah, responsável por identificar oportunidades de investimento globais em um país que tinha mais dinheiro do que sabia gastar. Ele viajava a praticamente todas as nações do mundo, recomendando que o dinheiro do petróleo do Iran fosse investido em tudo desde castanhas até tapetes Persas.

Então veio a revolução.

Ele não fazia a menor idéia do que iria acontecer.

“Você pode estar no centro destes eventos e não os ver de verdade”, ele disse. “Prédios estavam sendo queimados, havia rebeliões nas ruas, pessoas estavam sendo assassinadas, e eu estava dizendo, ‘Isto vai passar. É só uma daquelas coisas temporárias.’ Então minha esposa me ligou de Londres e disse, ‘Rápido, ligue a CNN. É hora de ir embora’. Enquanto ela tentava me convencer de que eu não estava vendo toda a situação, balas entraram em nosso escritório. Estávamos no último andar, o sétimo, e balas voavam por todo lado. Então concordei que talvez eu devesse sair dali. E saí. Foi um dos momentos de revirada em minha vida”.

“Quando cheguei ao aeroporto, tentei trocar o dinheiro iraniano que tinha e era bastante. Me dariam apenas um quinto de seu valor real. ‘Esqueçam’, eu disse, ‘Voltarei em algumas semanas. Ficarei com meu dinheiro’.”

Mas este dinheiro não era a única questão. Era extremamente difícil conseguir um avião para fora do país. Felizmente seu pai, que era embaixador no Jordão, conseguiu colocá-lo em uma linha aérea Jordaniana. De lá ele conseguiu voar para Londres.

Ele tentou trocar seu dinheiro no Jordão, e desta vez ofereceram apenas um décimo de seu valor. Mais uma vez ele disse, “Esqueça. Guardarei meu dinheiro até que isso tudo acabe”. Quando chegou a Londres, apenas algumas horas depois, seu dinheiro não valia absolutamente nada. Ninguém o queria a preço nenhum. “Ainda tenho vários bolos daquele dinheiro. Guardo em uma gaveta. Ele me lembra de quão pouco o dinheiro realmente vale e quão transientes estes valores realmente são.”

Fariborz aprendeu que sucesso tem menos relação com o que você tem do que com seu conhecimento de si. “Eu sempre me orgulhei de poder ver o que acontece à minha volta,” ele explicou. “Mas aprendi que quando você está no meio daquilo, às vezes você não vê, independente de quão brilhante você seja. Muitas vezes você precisa dar um passo para fora da situação para saber o que realmente está acontecendo. Esta foi uma lição valiosa pra mim – ainda mais valiosa que o dinheiro que perdi, que era basicamente tudo que eu tinha”.

Por Patrick Sweeney e Herb Greenberg, CEO e Fundador da Caliper

Conquiste seu próprio sucesso!

Você tem certeza de que o que você está fazendo hoje é pertinente para o seu sucesso? Às vezes, é difícil encontrar o caminho certo para si mesmo, ou entender a própria personalidade para, então, traçar objetivos concretos. Um grande erro é querer enxergar falhas no meio em que se vive e, assim, esquecer que você é o ponto central e que o que você faz é o que pode estar errado.

Desta forma, classificamos de extrema importância para o desenvolvimento pessoal e profissional refletir sobre si mesmo e sobre suas ações em busca da concretização de seus projetos e elaboramos cinco questões simples baseadas no livro “O sucesso tem fórmula?”, escrito por Herb Greenberg (fundador da Caliper) e Patrick Sweeney (Presidente da Caliper).

As respostas para estas perguntas serão dadas a você mesmo. Por isso, não há período definido para responde-las, dependerá de seu próprio tempo e disponibilidade.

Recomendamos que converse com amigos, pessoas que possam falar sobre você e, enfim, pense sobre si mesmo e encontre suas próprias respostas. Quando tiver a certeza de todas elas, apenas se atenha a um detalhe: qualquer caminho que você escolher trilhar deve, obrigatoriamente, levá-lo ao sucesso.

Reflita:

Você já conhece sua própria definição de sucesso?
Como você vai medir este sucesso?
O quanto você já investiu em si mesmo para chegar até ele?
Qual o gap que existe entre onde você está agora e o sucesso?
Quais são os traços da sua personalidade que ajudarão você a chegar ao sucesso?

O que há de verdade em você?

Minha amiga Terry Whitaker está decidida a encorajar as pessoas a se concentrar em suas próprias verdades. Você está ouvindo a sua voz interior? Você está agindo sobre ela? Você está sendo fiel a si mesmo?

Ela recentemente estreou uma série de televisão chamada And That´s the Truth with Terry Whitaker (E essa é a verdade com Terry Whitaker), que mostra histórias de pessoas cavando dentro de si e buscando a sua verdade interior e autenticidade – e eu fiquei lisonjeado quando ela me pediu para ser um convidado em seu show.

Nesse episódio, Terry me entrevistou sobre o que eu tinha aprendido enquanto co-escrevia o livro Succeed on Your Own Terms  (traduzido no Brasil como O Sucesso tem fórmula?). Uma das coisas que eu compartilhei com ela foi que sempre que estávamos entrevistando pessoas em países onde o inglês não era a língua nativa, a frase “ter sucesso em seus próprios termos” (succeed on your own terms)  não se traduzia naturalmente. As pessoas nos davam um olhar interrogativo. Então eu dizia que a tradução poderia ser “Isso significa ter sucesso por ser fiel a si mesmo. Ou por ouvir a sua voz interior”. E elas balançavam a cabeça, mostrando que conseguiram compreender. Ter sucesso em seus próprios termos é, de fato, ser verdadeiro consigo mesmo. É onde nós descobrimos o significado real, o nosso verdadeiro propósito, e nos tornamos nossos eus autênticos.

Para assistir o episódio completo e se inspirar em algumas das pessoas incríveis que conseguiram em seus próprios termos, clique aqui.

Por Patrick Sweeney, presidente da Caliper

Versão original do artigo disponível aqui.

Bem-vindos ao Blog Caliper

Prezados Clientes, Parceiros, Amigos e todos ligados à rede digital!

Com grande satisfação e entusiasmo inauguro esse novo canal de comunicação entre a Caliper e vocês!

Após oito anos de publicação da nossa Newsletter, temos a certeza que geramos atualizações de conceitos e divulgamos novos projetos que certamente despertaram reflexões criativas em nossos leitores para as demandas em suas empresas. Com o objetivo de promover um maior intercâmbio de ideias entre nossos consultores e o mercado, optamos pelo Blog e de agora em diante, a partir das matérias aqui postadas, nossos leitores poderão também contribuir, complementar conceitos, sugerir e também divulgar notícias ou conteúdos que possam colaborar para a identificação e desenvolvimento de talentos no universo corporativo.

Aproveitando a onda de mudanças, também apresentamos o novo direcionamento estratégico de nossas atividades, concentrando nossas áreas de atuação na Identificação de Talentos e no Desenvolvimento de Talentos. Estamos assim usando todo nosso know-how de mais de meio século para apoiá-los a identificar e desenvolver não só, mas principalmente, líderes e profissionais de vendas, entre aqueles que já atuam nas suas empresas, e também na seleção das pessoas certas para obter os resultados almejados pelos acionistas!

Para complementar essa fase de novidades, foi criada uma nova identidade visual com a missão de transmitir nossos valores de renovação, criatividade e “pensar fora da caixa”.

Finalmente pretendemos brindá-los em breve com a disponibilização de novos relatórios, os quais apresentarão os resultados das avaliações de potencial por meio do Perfil Caliper de uma forma inovadora e a um preço muito competitivo!

É um período de novidades em que todos nós da Caliper estamos muito entusiasmados com as mudanças que vamos proporcionar. Obrigado por permitirem estarmos presentes em suas empresas ao longo desses últimos 15 anos no Brasil, contribuindo com a formação de equipes extraordinárias, responsáveis por altas performances organizacionais!

Fiquem agora com alguns trechos do nosso livro “O Sucesso Tem Fórmula?”, os quais estamos certos propiciarão uma importante reflexão sobre a construção do caminho para o seu sucesso pessoal:

O Sucesso Tem Fórmula?
Por Herb Greenberg e Patrick Sweeney

“Nossa premissa sempre tem sido de que o potencial e a motivação do indivíduo fazem toda a diferença.”

“As pessoas são bem-sucedidas quando utilizam seus pontos fortes e quando se asseguram que as suas limitações não as fazem tropeçar.”

“Em última análise, aprendemos que todos nós alcançamos o sucesso quando tiramos o melhor proveito de nossas melhores qualidades e, dessa forma, nosso potencial pode ser concretizado.”

“Ao longo dos anos descobrimos que quando o talento é essencialmente igual, a diferença entre os superastros e os assalariados é a fome, o desejo, a determinação de vencer do seu jeito.”

“Imagine a vantagem que você terá se entender as qualidades que o motivam. Presumimos que as pessoas sejam uma combinação única de várias qualidades distintas. Mas se você começar identificando aquela que é a sua qualidade dominante, propulsora e decisiva, imagine em que posição vantajosa estará!”

“Sucesso tem menos a ver com o que você tem e mais em saber quem você é.”

“Os indivíduos que alcançaram o sucesso por meio do autoconhecimento tendem a se concentrar em suas forças interiores.”

“Os indivíduos que venceram porque conheciam o mundo à sua volta tinham a capacidade natural de identificar as oportunidades que surgiam em seu caminho.”

“Nossos momentos decisivos podem vir das mais diferentes direções: de acidentes, de reviravoltas malucas do destino, de artigos do jornal, de saber que somos capazes de fazer algo mais importante.

Alguns são interceptados por um momento decisivo. Podemos então vê-lo e aceitá-lo ou perder completamente a oportunidade.

Alguns têm senso de oportunidade, outros criam-na.

No final das contas, o que importa é nossa atitude: podemos prestar atenção e aproveitar o momento ou desviar os olhos e fingir que estamos ocupados demais com o que quer que seja que vem preenchendo nossos dias. No final a escolha é sua.”

“O que você gostaria de deixar como lição de vida para seus filhos?”

“As pessoas que venceram na vida, que tiveram suas histórias contadas nesse livro, têm a sua própria definição de sucesso, qualidades distintas e um momento decisivo que contribuíram para vitória. Além disso, todos se concentram em seus pontos fortes, têm um aguçado autoconhecimento, estão dispostos a correr riscos e amam o que fazem.”


José Geraldo Recchia é Diretor Presidente da Caliper Brasil.