3 ações que você deve tomar para atrair os candidatos da atualidade a vagas de empregos

A maioria das pessoas viu mudanças significativas em suas vidas e trabalho durante o último ano. Com várias empresas mudando para um modelo de trabalho em casa, os funcionários se descobriram ajustando seus processos e adotando ferramentas digitais. Depois de mais de um ano desde o início da Covid-19, as empresas estão começando a ver sinais de um retorno à normalidade. Enquanto algumas organizações se preparam para retornar ao escritório e outras se comprometem com um formato de trabalho remoto permanente, uma coisa é certa: a competição pelos melhores talentos com certeza será acirrada. As empresas precisam repensar suas estratégias e encontrar soluções para recrutar candidatos modernos a se manterem à frente da concorrência. Compilamos uma lista de três ações que você pode tomar para atrair e reter seus melhores candidatos em um mundo pós-COVID.

1. Oferecer horários de trabalho flexíveis

No início da pandemia, as empresas e organizações lutaram para se ajustar ao cenário do trabalho remoto. Reuniões que antes aconteciam no escritório agora eram realizadas virtualmente em salas de estar, escritórios domésticos e mesas de cozinha. Agora, com mais de um ano de trabalho remoto, os funcionários estão descobrindo que a liberdade e a flexibilidade recém-descobertas são algo que desejam em suas carreiras.

Com os esforços de vacinação em andamento em todo o mundo e um retorno à normalidade no horizonte, as organizações estão começando a aumentar sua dedicação nas contratações. Mesmo assim, a falta de talentos disponíveis e qualificados no mercado significa que a concorrência será acirrada. Embora um formato totalmente remoto possa não ser uma opção para todas as empresas, encontrar maneiras de criar flexibilidade na programação e na jornada de trabalho será crucial para atrair e contratar o candidato contemporâneo.

Como os empregadores podem inserir alguma flexibilidade em sua estrutura se planejam retornar ao escritório?

Existem muitas opções que as pessoas podem adotar, como agendamento flexível ou formatos de trabalho híbridos. Em um modelo híbrido, os empregadores criam uma programação que permite que os funcionários trabalhem em casa por uma parte da semana e no escritório pelo resto do tempo. Isso permite um pouco da liberdade que os funcionários sentiram ao longo do ano passado em relação ao trabalho remoto, ao mesmo tempo que permite a colaboração e a comunicação pessoa a pessoa.

Outra opção que alguns empregadores estão adotando é o agendamento flexível. Com horários flexíveis, os empregadores definem um intervalo de horas em que os colaboradores devem concluir sua semana de trabalho. Por exemplo, um empregador pode permitir que os funcionários trabalhem a qualquer hora das 7h às 18h durante a semana, desde que concluam um total de 40 horas de trabalho ao final da semana. Isso dá alguma flexibilidade em seus dias para contornar compromissos pessoais, agendamentos e necessidades familiares. A chave para usar o agendamento flexível, porém, está na comunicação clara. Certifique-se de que todos os colaboradores definam claramente as horas em que trabalharão para que todos em sua equipe saibam quando esperar respostas.

2. Use a mídia social para atrair candidatos

Ter uma presença online sólida no espaço de recrutamento de hoje é essencial para atrair e contratar os melhores candidatos. 79% dos candidatos a emprego estão usando plataformas digitais para se conectar com empresas e coletar informações sobre um potencial empregador. A seleção de uma marca de empregador forte que ressoe com a cultura de seu local de trabalho pode ajudá-lo a ganhar uma vantagem sobre a concorrência e atrair os talentos mais procurados.

Quando se trata de jovens profissionais, 41% citam o uso das redes sociais como plataforma para buscar e consultar oportunidades de emprego. Os empregadores devem utilizar suas plataformas para postar sobre vagas em aberto e recrutar candidatos passivos e ativos. Provavelmente, você já está usando a mídia social para recrutar funcionários em potencial – 84% dos empregadores dizem que seus esforços de recrutamento envolvem o uso da mídia social até certo ponto. Ao anunciar vagas em aberto em uma variedade de painéis de empregos, seu site e seus canais de mídia social, você pode expandir seu alcance e criar um pool de talentos mais amplo.

3. Modernize seus benefícios

Em 2021, os benefícios do colaborador estão se concentrando mais na flexibilidade e no bem-estar do funcionário. Os benefícios pessoais da mesa de sinuca do escritório não são mais relevantes se seus funcionários estiverem trabalhando em casa. Ao iniciar seus esforços de recrutamento, reserve algum tempo para revisar os benefícios que você oferece aos funcionários e encontre maneiras de revigorar seu pacote para refletir melhor as necessidades dos trabalhadores da atualidade. Alguns benefícios a serem considerados incluem:

  • Verba de tecnologia – se sua organização continuar a trabalhar remotamente, considere oferecer a seus funcionários uma verba para adquirir tecnologia ou recursos que ajudarão a criar um ambiente de trabalho mais agradável e produtivo. Os empregadores podem cobrir algumas despesas, incluindo uma verba para internet e Wi-Fi, suprimentos de impressão ou outros suprimentos de escritório.
  • Apoio para creches e cuidados infantis – no último ano, muitos funcionários expressaram a importância de ter creches ou apoio de seus empregadores. Os pais que trabalham têm o estresse adicional de cuidar de seus filhos mais novos, e 40% das mulheres que trabalham consideram deixar seus empregos devido ao aumento das responsabilidades com as crianças. Para ajudar a reter esses valiosos funcionários e reduzir o estresse que enfrentam, os empregadores devem considerar a oferta de serviços de creche ou benefícios, como licença parental estendida ou pensão familiar paga.
  • Apoio à saúde mental – 70% dos profissionais que trabalham disseram que o ano passado foi o mais estressante de sua carreira. Níveis elevados de estresse e ansiedade podem fazer com que os funcionários reduzam sua produtividade ou sintam sinais de esgotamento em suas funções. Quando os empregadores oferecem apoio à saúde mental, como benefícios de telessaúde e telemedicina, além de conselhos sobre gerenciamento de estresse, os colaboradores costumam apresentar taxas mais baixas de estresse no local de trabalho.
  • Programas de mentoria – os programas de mentoria são uma forma econômica de funcionários qualificados treinarem e orientarem as novas contratações. Além do mais, os empregadores que implementam programas de mentoria obtêm taxas de retenção significativamente mais altas do que as empresas sem uma estrutura de mentoria definida.
  • Assistência a dívidas estudantis – a crescente crise de dívidas estudantis afeta milhões de funcionários, prejudicando sua capacidade de economizar para a aposentadoria e outras metas financeiras. Graças às disposições recentes dos pacotes de estímulo, os empregadores podem continuar a oferecer assistência aos funcionários com programas de reembolso de empréstimos estudantis.
  • Fundos de poupança de emergência – o ano passado demonstrou a muitos a necessidade de ter um fundo de emergência para cobrir o custo de dificuldades financeiras imprevistas. Muitos empregadores estão procurando oferecer recursos para educar os funcionários na gestão de finanças e na criação de um fundo para utilizar em momentos de necessidade.

COVID-19 afetou muitos de nossos processos antigos, incluindo como recrutamos e retemos os talentos. Conforme sua organização começa a aumentar seus esforços de contratação, certifique-se de que as estratégias refletem os desejos e necessidades dos candidatos da atualidade.

Com o Perfil Caliper, você pode maximizar os pontos fortes dos colaboradores e desenvolver áreas de melhoria por meio do desenvolvimento de habilidades práticas – resultando em funcionários engajados e produtivos. Fale com nossa equipe de especialistas para saber mais sobre nossas soluções.