fbpx

Conheça os três elementos essenciais de um currículo, de acordo com recrutadores

Compartilhar
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Quando bem estruturado, um currículo é a chave para chamar atenção de um recrutador. Um currículo bem feito é, ao mesmo tempo, objetivo e completo, abrindo portas para entrevistas e possíveis oportunidades ao destacar competências, experiências e informações que interessam aos contratantes.

Mesmo assim, muitos currículos são feitos sem planejamento ou cuidado, sendo prontamente descartados em processos seletivos. É importante entender que um currículo bem feito demanda tempo, devendo ser direcionado para as potencialidades de cada vaga para qual se aplica, garantindo vantagem competitiva.

Para que este documento não seja apenas mais um no meio de tantos, leve em conta três qualidades fundamentais de um currículo: eficiência, simplicidade e verdade. Destacamos quais são as principais formas de obter êxito nesses três pontos, que garantirão credibilidade e confiança ao seu currículo, atingindo suas expectativas profissionais.

Estrutura: eficiência

Ao resumir todos os dados e trajetória profissional de uma pessoa, um currículo deve ser completo. No entanto, informações demais podem sem um ponto negativo. É preciso ser conciso e transmitir com eficiência questões mais centrais. Em geral, é recomendado que o documento seja de apenas uma página, atingindo no máximo duas. Os tópicos essenciais para um currículo costumam ser: dados pessoais, objetivos profissionais, formação acadêmica, experiência profissional, cursos extracurriculares e atividades complementares.

Para uma boa comunicação, pense no que será levado em conta por quem ler o currículo, analisando se suas áreas de interesse são passadas com clareza, assim como suas experiências profissionais. Além disso, é importante para o recrutador que o currículo dê dicas sobre o perfil e personalidade do candidato. Também é preciso ter máxima atenção a erros de português, concordância e gramática: deslizes como esses podem ser eliminatórios. Tenha a certeza de ter feito uma boa revisão, passando as ideias de forma correta e eficiente, sem erros.

Visual: simplicidade

Inovar no formato de um currículo pode ser tentador, mas, se o visual chama mais atenção do que o conteúdo ou desvia a atenção dele, o currículo está errado. A não ser em áreas como design e artes, em que essa é a linha de trabalho, o planejamento visual de um currículo deve ser simples e se ater ao básico. Um fundo em papel branco, espaçamento agradável e com margens fixas e o uso de no máximo duas fontes, preferencialmente tradicionais na cor preta e em tamanho legível, são diretrizes a serem, preferencialmente, seguidas.

É importante também adotar uma estrutura padronizada e funcional, prezando pela hierarquização das informações das mais para as menos importantes. É interessante iniciar seu currículo com seu nome centralizado, seguido dos seus dados básicos de contato numa fonte menor, para então, num tamanho maior, colocar seus objetivos profissionais, dando continuidade com as experiências acadêmicas e profissionais. Usar o negrito pode ser uma boa estratégia para destacar tópicos e informações. Já na hora de finalizar o documento, é essencial exportá-lo no formato PDF, garantindo um aspecto mais profissional na entrega.

Experiência: verdade

Um currículo é entendido como um resumo da trajetória profissional de um candidato, e deve destacar atributos específicos para a vaga desejada, contendo informações que mostrem que o candidato entende da área e função que irá exercer.

A permanência média do candidato nas vagas que ocupou, o intervalo entre seus empregos, seus esforços para obter qualificação e se manter atualizado, a coerência de sua jornada e sua ascensão ou não: são estes os principais fatores a serem analisados por um recrutador ao observar experiências profissionais num currículo. Por isso, é importante redigir esse campo com objetividade e transparência, sendo conciso e não exagerando nas funções ocupadas e habilidades profissionais.

É importante evitar incluir qualidades, como “proatividade”, “capacidade de trabalhar em equipe” ou “esforçado e empenhado”. Estes aspectos já são esperados pelos recrutadores, sendo mais interessante, assim, evidenciar essas habilidades na descrição das atividades realizadas. Se você contribuiu para o crescimento de uma empresa, setor ou atividades com o qual se envolveu, destacar dados e resultados pode ser uma boa estratégia.

Não se esqueça de apresentar as funções ocupadas da mais recente à mais antiga. Se estiver na mesma função há vários anos, destaque o fato descrevendo com mais detalhes como você cresceu no cargo. Seja exato e não omita fatos como o período passado em cada cargo ou empresa. Demais questões podem surgir naturalmente na etapa de entrevistas, sendo importante ficar atento e ter em mente respostas claras para possíveis inconsistências ou demais questionamentos.

Com mais de 55 anos de experiência avaliando potenciais, a Caliper disponibiliza os serviços e ferramentas essenciais para que uma contratação seja certeira. Entre em contato e vá muito além da primeira impressão: caliper@caliper.com.br | (41) 3075-3400

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Comentários

Sobre a Caliper

A Caliper Estratégias Humanas é uma empresa americana com sede em Princeton, New Jersey, que há mais de 55 anos avalia o potencial de colaboradores e orienta quanto à contratação, gestão e desenvolvimento de equipes das mais diversas empresas em todo o mundo.

Posts Recentes

Facebook Caliper

Shopping Basket
Open chat