fbpx

Autoconhecimento

Compartilhar
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Autoconhecimento

Um dos pontos de partida para um processo efetivo de autodesenvolvimento ou para aprimorar habilidades é o Autoconhecimento. Além de ser uma das bases para a construção de relações interpessoais saudáveis e produtivas. Pode ser definido como o ato de um indivíduo conhecer a si mesmo e que permite ampliar a noção e o controle sobre emoções, sentimentos, comportamentos, preferências, potencialidades e pontos que podem ser melhorados.


A partir do entendimento de quem somos, mais facilmente reconhecemos nossas fortalezas, fragilidades, emoções e reações, e daqueles com quem nos relacionamos. Quanto mais souber sobre si, maiores serão suas possibilidades de ser bem-sucedido, inclusive ao se comunicar. Você já parou para refletir sobre como se conhecer pode auxiliá-lo a se relacionar e se comunicar melhor? Sabe em quais situações é possível exercitar seu Autoconhecimento? 

Você investe nessa habilidade quando:

Indivíduo
  • Identifica e fortalece suas potencialidades.
  • Busca observar suas reações e aprender com elas.
  • Toma consciência de suas metas, objetivos e propósito, utiliza-os como base para tomar decisões (pessoais e profissionais) e se responsabiliza por elas.
  • Procura, a partir do entendimento de sua personalidade e de seus padrões de comportamento compreender os diferentes modos de pensar, agir e reagir das pessoas com quem você interage e com quem se comunica.

Liderança

  • Toma medidas para conhecer seus motivadores e todos os fatores internos que influenciam seu comportamento e que geram impacto na gestão de sua equipe.
  • Escolhe subordinados com base nos pontos fortes de cada um, delega, compartilha conhecimento, desenvolve sua equipe e, simultaneamente, a si mesmo.
  • Gera a ação dos membros de sua equipe, por meio da abertura e da manutenção de canais de comunicação com seus liderados e do estabelecimento de uma relação profissional de confiança.
  • Busca formas de garantir que você e os profissionais sob sua gestão estão em formação permanente, a fim de potencializar habilidades relacionadas a seus respectivos cargos.

Para complementar o desenvolvimento da habilidade “Autoconhecimento”, apresentamos algumas sugestões de leitura e estudo:


Livro
Descubra Seus Pontos Fortes, de Marcus Buckingham e Donald Clifton: apresenta reflexões, direciona a descoberta de seus pontos fortes, de como aprimorá-los, assim como dos membros de sua equipe, caso você ocupe um cargo de liderança. Também possibilita acessar um programa elaborado com base no teste “Descubra a Fonte de Seus Pontos Fortes”, útil para identificar o que para os autores são os “Cinco Talentos Dominantes”.

Filme
O Discurso do Rei – Direção: Tom Hooper (2010): baseado na história do Rei George VI, da Inglaterra, um monarca que busca formas de lidar com sua gagueira, tema tratado no filme de forma realista, que suscita reflexões sobre empatia e amplia a visão acerca de pessoas que enfrentam esse problema. O protagonista demonstra autoconhecimento, por exemplo, ao reconhecer e aceitar a existência de alguns problemas e, no caso da gagueira, contratar um fonoaudiólogo, como meio de superá-la.

Vídeo
Ted Talks do Psicólogo Brian Little sobre “Quem é Você Realmente”, no qual ele fala sobre semelhanças e diferenças, numa perspectiva que vai além dos traços, das características e dos comportamentos que definem quem somos. Uma forma de elucidar e trazer à tona reflexões sobre aspectos relativos à personalidade e ao autoconhecimento.  

Ferramentas e Técnicas
Perfil Caliper:ferramenta que permite realizar uma avaliação profunda de personalidade e ajuda a maximizar o desempenho, a partir da identificação de pontos fortes, limitações, motivações e potencialidades de um indivíduo.
Roda da Vida: possibilita realizar a identificação de aspectos que estão em harmonia, assim como aqueles que podem ser melhorados, por meio de um mapeamento. É uma ferramenta útil também na definição de um plano de ações, direcionado para lidar com os pontos identificados.

Dinâmica – Autoconhecimento e Comunicação “Desenho às Cegas”
Pode ser realizada para promover o autoconhecimento relacionado à Comunicação. Se você é responsável pela gestão de uma equipe, essa é uma ótima oportunidade de trabalhar essa habilidade, assim como a escuta ativa, a empatia e o relacionamento interpessoal.
Objetivo: despertar a consciência a respeito da capacidade, das limitações e da importância de melhorar a habilidade de ouvir e de se comunicar.
Público Recomendável: número mínimo de 02 e máximo de 10 participantes.
Tempo de Aplicação: cerca de 40 minutos.
Recursos/ Materiais: folha (s) de papel, fotos/ imagens de figuras a serem descritas e desenhadas e lápis.

Aplicação

  • Os participantes devem ser divididos, aleatoriamente, em dupla.
  • Os integrantes de cada dupla devem se sentar de costas uns para os outros.
  • Um integrante de cada dupla receberá uma foto de uma figura a ser descrita para que o outro membro da dupla desenhe.
  • outro integrante receberá uma folha de papel em branco e um lápis.
  • participante que recebeu a foto de uma figura deverá ser orientado a instruir sua dupla sobre como desenhar o objeto em questão, mas sem dizer exatamente o que é a figura.
  • participante que recebeu a folha em branco deverá ser orientado a desenhar de acordo com as instruções fornecidas por sua dupla.
  • Cada dupla terá cinco minutos para executar essa tarefa.
  • Ao término da tarefa, as duplas devem comparar a figura descrita com o desenho realizado e conversar sobre a Comunicação durante o processo e sobre possíveis pontos de melhoria, seja da parte de quem descreveu como de quem desenhou.

Pontos de Análise e Discussão – Encerramento da Dinâmica
Para encerrar a dinâmica, é válido realizar uma breve discussão com todos os participantes sobre os seguintes temas: como as instruções foram passadas e recebidas? Quais foram as principais dificuldades (tanto na perspectiva de quem instruiu quanto de quem desenhou) durante a tarefa? Quais são as principais lições e reflexões dessa dinâmica que podem ser aplicadas em situações do dia a dia de trabalho?

Com qual desses materiais você mais se identificou? Que tipo de recursos (livro, filme, vídeo, dinâmica, etc) utiliza com mais frequência para desenvolver novas habilidades? Compartilhe conosco suas preferências para melhorarmos materiais futuros!

Todos possuem algum aspecto que precisa ser desenvolvido ou melhorado. No caso do Autoconhecimento fornecemos algumas alternativas que podem facilitar esse processo. Para dar continuidade nessa trajetória de conhecimento e desenvolvimento, fique de olho no próximo “Comunicação na Prática”: vamos falar sobre Inteligência Emocional! 

Crédito: 
Roda da Vida: modelo mencionado foi criado pela mestra em Comunicação e Semiótica, professora e Empreendedora Ana Paula Passarelli  
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Comentários

Sobre a Caliper

A Caliper Estratégias Humanas é uma empresa americana com sede em Princeton, New Jersey, que há mais de 55 anos avalia o potencial de colaboradores e orienta quanto à contratação, gestão e desenvolvimento de equipes das mais diversas empresas em todo o mundo.

Posts Recentes

Facebook Caliper

Shopping Basket
Open chat