LIDERAR é conversar... mas qual é o significado?

Voltar para a listagem
Publicado em: 31/07/2014 11:14:00

Por Rosângela Barcellos

Quando me deparo com a palavra liderança, me vêm automaticamente à cabeça, de acordo com minha experiência com líderes de uma forma geral, algumas palavras associadas a ela, como: desejo genuíno de ajudar, capacidade de desenvolver pessoas e de despertar a evolução do outro conversando de uma forma que o ajude avançar.

Ao fazermos conexão com estas palavras ligadas à prática da liderança, remetemo-nos ao desafiador cenário de relacionar-se de forma mais próxima e aberta com o outro. Neste caso, o desafio passa a ser maior, pois, indica que a prática efetiva da liderança está interligada há um processo muito mais complexo do que somente a obrigação de um cargo, às teorias e exigências do mercado e/ou a qualquer outra convenção imposta. Cabe-nos uma reflexão mais profunda em torno do que realmente significa liderar em nossas vidas.

“Pratico a liderança que ‘dita’ a teoria e as fórmulas de sucesso porque preciso e sou cobrado na posição em que ocupo ou percebo nesta prática uma oportunidade de ser uma pessoa melhor ao ajudar o outro a evoluir com o interesse genuíno de despertar nele o seu melhor como ser humano?”

Perceba se quando conversa com seu liderado você consegue despertar nele um potencial adormecido desafiando-o à mudança, e que ao perceber este resultado, sente-se realizado e feliz a ponto de valorizar essa sensação. Se isso já faz parte da sua rotina, é provável que você esteja a um passo da prática de uma liderança autêntica e efetiva.

Digo isso, pois tenho aprendido em minha prática profissional e pessoal que ao conversar podemos liderar e que dependendo da qualidade de nossas conversas podemos gerar no outro um mundo de possibilidades, evoluções, reflexões e encadeamento de ações, para que ele avance.

Creio que boa parte das pessoas já pôde vivenciar aquela sensação boa de sentir-se valorizado depois de ter tido uma conversa de qualidade com alguém. Chamo de conversa de qualidade quando escutamos e somos escutados, quando olhamos no olho do nosso interlocutor com interesse e sem pressa de ir embora, quando perguntamos para saber o que ele pensa da vida, quando o respeitamos e colocamos de lado nossos julgamentos e verdades, quando ao escutar entendemos realmente o que ele quer nos dizer e desinteressadamente lançamos um questionamento para ajudá-lo a ver mais longe do que está vendo e a encontrar o seu melhor! Neste processo, enxergo a prática de uma vivência que vai além da teoria do “ter que”, para ser realmente líder!

Em minha caminhada com líderes de diversos segmentos e cargos constato a satisfação plena e o brilho no olhar de cada um quando conseguem promover a evolução em seus liderados através de uma conversa de qualidade. Isso me faz aumentar a crença de que nós, como seres humanos, somos infinitamente capazes de ajudar nosso semelhante e, por que não, a construir um mundo melhor e de novas possibilidades através de nossas conversas.

Desejo que esta leitura tenha instigado você, a daqui para frente, observar melhor o real significado da prática da liderança em sua vida e da qualidade de suas conversas.

Lidere conversando! Sucesso!

Rosângela Barcellos: PCC – Professional Certified Coach pela ICF/EUA, com mais de 1.700 horas de atendimento em Coaching com executivos, presidentes , diretores, gestores e RHs. Especialista em processos grupais pela SDGB. Trainner licenciada pela Corporate Coach U. Parceira Associada da Caliper do Brasil.

Voltar para a listagem